Boatarias oficiais. T.I. a beira do retrocesso.

A tecnologia tem avançado principalmente aonde a guerra esteve presente, mas até nessa área existe uma contaminação. Veja o vídeo abaixo:

Como podem ver, uma reportagem ajuda a inflar uma denuncia de que o governo Chinês está tentando roubar segredos dos caças americanos F35. O que é pura jogada econômica para o EUA vender os seus jatos que ganharam a péssima reputação de serem terríveis e extremamente caros. Devem ser os mais caros do mundo.

Parece ser cada vez mais comum aos americanos fazerem esse tipo de jogada pra vender o que eu considero lixo de alta tecnologia. Enquanto resta aos países não capitalistas, a retaliação. É uma tentativa clara, e vergonhosa, de diminuir a aceitação da comunidade internacional as solução chinesas, que são muito superiores.

O avanço chinês é claro e anda a passos largos, se não fosse assim, não teria tanta repercussão. O retrocesso tecnológico nesse caso dependerá das decisões políticas dos países que importam a tecnologia, por sorte, não sendo imposta por nenhuma organização ou nação exportadora. Isso acaba jogando por terra aquela palestra dada por Lasse Birk Olesen no TED em que ele afirma que a tecnologia é mais importante do que políticos. No caso, as decisões políticas estão arruinando um progresso saudável da tecnologia.

No caso do governo brasileiro foi diferente. Um governo de esquerda e não alinhado ao EUA e seus aliados. O governo adquiriu recentemente os seus "caças do futuro" e essa área, no Brasil pelo menos, o avanço tecnológico está garantido. No final do desenvolvimento do Gripen NG BR, o caça brasileiro será o mais avançado e econômico do mundo e com o menor custo de fabricação e manutenção. Espero que esses dias melhores na tecnologia cheguem a todas as áreas e em todos os países.


Comentários

Postagens mais visitadas