Postagens

Guix

Imagem
Como sabem, apenas recentemente, em 2018, eu me dei conta realmente do significado do termo software livre. Busquei no sítio oficial do projeto GNU pela lista de sistemas operacionais recomendados pelo projeto e, pela similaridade com o Ubuntu que eu já usava a mais de 7 anos, escolhi o Trisquel. Mas agora está no ar a versão 1.0.1 do GNU Guix, o sistema operacional oficial do projeto GNU.
Uma coisa que eu notei no Trisquel é que muitas ferramentas eu tive que instalar posteriomente. Para exemplificar um pouco da minha experiencia, nas minha busca por informação por programação passei pelo Python, Ruby, C, PHP, Java, ECMAscript, mas nunca cheguei nem perto de encontrar uma menção ao Lisp ou Scheme. Vamos colocar um exemplo de um trecho de código de Python e do Scheme para comparar. Python
class ToolChooserButton(object):

    def __init__(self, button, default_label=''):

        self.button = button
        self.default_label = default_label

        self._menu = None
        self._ic…

Trisquel GNU/Linux

Imagem
Depois de ler o livro “Software Livre A luta pela liberdade do conhecimento”, lançado em março de 2004 pela editora Fundação Perseu Abramo e escrito por Sérgio Amadeu da Silveira, resolvi ler a entrevista de Richard Stallman e Brian Gouth na edição de aniversário de 1 ano da revista “espírito livre”, número 013 de Abril de 2010. Em 6 meses de muita pesquisa relacionada ao software livre, minha visão de tecnologia e informação ficou muito mais aberta.
Nos primeiros meses desse período redescobrir os sítios gnu.org e fsf.org e que o projeto GNU tinha uma lista de distribuições recomendáveis para se usar. Depois me dediquei a ler o máximo de páginas que o sítio gnu.org disponibilizou em português. GNU Hurd, GNU Guile, GNU Shepherd, GNU jogos, um universo de informações totalmente novas dentro do GNU GSRC mostra que o projeto GNU é muito mais generoso que os sítios do Ubuntu que se limitam apenas a soluções técnicas e o Debian que deixa tudo muito sobrecarregado e disperso. Agora eu já t…

dd Permissão negada: inicializador GNU no Pen Drive

Imagem
Várias vezes eu tentei criar um USB bootável do Ubuntu via linha de comando, utilizando o “dd”. As instruções eram claras, colocar a imagem ISO do sistema operacional no Pen Drive (dd if=tails-i386-2.6.iso of=/dev/sdb1 bs=1M). Porém esse comando nunca funcionou. Agora no entanto eu descobrir a razão disso.
Descobrir isso quando eu decidi migrar do Ubuntu para um sistema completamente livre. Inicialmente, aescolha do sistema foi o Trisquel por problemas no UEFI que eu desconheço que impediam o gNewSense e o PureOS de inicializar. O GuixSD inicializou apenas no modo texto. Depois, vendo que o Trisquel apesar de inicializar no modo EFI, eu não conseguia instalar o grub (para instalar no modo UEFI eu teria que clicar no disco (/dev/sda) e criar uma “nova tabela de partição”. Isso apagaria minha partição /home, então tive que instalar no modo LEGACY. Estranho o EFI ser compativel com seu antecessor, mas não consigo mesmo). Tentei umas 4 o 5 vezes, torcendo para que meu único Pen Drive de …

Snap = Encaixe

Imagem
Recentemente tenho descoberto o quão bom é o snap do Ubuntu. Já substituir o Libreoffice e instalei o Gimp, Inkscape, Telegram, entre outros através do "snap install". Acho sinseramente que se os desenvolvedores não migrarem do deb/rpm/pkg para o snap, ficarão para trás. Vou colocar duas ou três vantagens do snap aqui porque a muitas e eu sou apenas um usuário final e não desenvolvedor. Mas essas vantagens são muito boas.


Atualização é sempre um saco, mas no snap deixou de ser, o que chegava a ser algo impossível de se resolver no Linux sem uma revolução como o SSD e os processadores de 8 núcleos. Atualizar snaps automaticamente realmente não te incomoda nem um pouco. Chega de perda de desempenho no fim do dia porque o ubuntu rodou o "apt upgrade".
É muito bom você poder escolher de quais repositórios você quer instalar o snap sem ficar preocupado. Recentemente soube que o Blender chegou a sua versão 2.8 com interface nova e que ela estava disponível no repositóri…

O Libreoffice está no snap. Por que mudar?

A maior vantagem de substituir o Libreoffice do snap pelo do apt é que vem todo o pacote completo. Você não tem que instalar o "Base" separado por exemplo.

TrueOS Ocupa O Lugar Do PC-BSD

A algum tempo eu escrevi sobre o PC-BSD e naquele artigo eu coloquei sobre o fim do sistema que parecia está próximo. Parece que esse fim já chegou. O Link para a página do PC-BSD agora direciona para a página oficial do TrueOS que tem aquela mesma vantagem do PC-BSD. Em uma única imagem, você terá uma versão de servidor e outra de desktop. Só que dessa vez será um TrueOS para o Desktop.

https://unixpablo.blogspot.com.br/2016/04/pc-bsd-e-opcao-mais-economica.html

0 A.D., Não Há Razão Para Você Não Ter Em Seu Computador.

Imagem
Tava lá no repositório do Ubuntu, perambulando pela minha vista. Só precisava clicar o botão instalar e foi isso que eu fiz. O jogo é muito bom, e pra mim que sempre jogava Age Of Empire II foi amor a premeira vista.


O jogo não é brincadeira. É difícil até no modo mais fácil, então no começo você terá que dedicar bastante tempo aprendendo a vencer seu adversário. Talvez o jogo esteja querendo nos ensinar alguma coisa. Mas depois que você aprende o jogo fica bastante equilibrado. É muito bom você chegar depois de alguns dias pra jogar e ser derrotado. É um jogo que tem que tá lá no seu PC pra sempre.


0AD é um jogo bastante generoso. Você vai ficar sorrindo como Thanos no final de Vingadores: Guerra Infinita só de saber a quantidade de mapas que você pode jogar, que deve ser mais de 40, e ainda há um editor de mapas para você criar um. E a quantidade de nações com o que você pode jogar, são 12 e cada um possui várias estruturas com suas formais próprias, diferenciais e muito mais. Tem na…